Projetos

EORIA DA OBJETIFICAÇÃO: APLICABILIDADES NO CONTEXTO BRASILEIRO

Autora: Ana Maria Bercht

Tema: Saúde mental, gênero, feminismo, psicologia feminista, objetificação


INCIDÊNCIA DE INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E FATORES ASSOCIADOS EM HOMENS TRANSGÊNEROS (ESTUDO 1)/ MULHERES TRANSGÊNERAS (ESTUDO 2) DO SUL DO BRASIL: ESTUDO DE COORTE

IMPACTO DE BARREIRAS DE ACESSO À SAÚDE NA SAÚDE GERAL E MENTAL DE MULHERES QUE FAZEM SEXO COM MULHERES

Autora: Anna Martha Vaitses Fontanari

Tema: Infecções sexualmente transmissíveis, HIV/ AIDS, acesso à saúde, pessoas trans, mulheres que fazem sexo com mulheres.


INTERVENÇÕES SOBRE GÊNERO NA ESCOLA: ALCANCES DA LITERATURA INFANTIL

Autora: Andressa Botton

Tema: A pesquisa de doutorado propõe desenvolver e avaliar uma intervenção psicoeducativa através da literatura infantil, objetivando trabalhar as relações de gênero e temáticas como a igualdade de gênero, o empoderamento de meninas e mulheres e o respeito à diversidade sexual com crianças do ensino fundamental de uma escola pública.


GÊNERO E MÍDIA: REFLEXÕES ACERCA DA RELAÇÃO DA REDE SOCIAL FACEBOOK NAS CONSTRUÇÕES DE GÊNERO EM ADOLESCENTES

Autora: Caroline Gonçalves Nascimento

Tema: A pesquisa de mestrado investiga a relação da mídia, mais especificamente a rede social Facebook, nas construções de gênero na adolescência através da exposição de publicações com a temática gênero a grupos de estudantes entre 15 e 18 anos em uma escola municipal de uma cidade da região metropolitana do Rio Grande do Sul.


DESENVOLVIMENTO DE UMA PSICOTERAPIA AFIRMATIVA PARA DESREGULAÇÃO EMOCIONAL E COMPORTAMENTAL DE HOMENS GAYS

Autor: Ernesto Alvarado Portalino

Tema: Avaliação do estresse de minoria, desregulação emocional, comportamentos sexuais de risco e tentativa suicida em homens gays. Desenvolvimento de uma psicoterapia afirmativa baseada na Terapia Comportamental Dialética (DBT) para essa população.


ATITUDES CORRETIVAS EM RELAÇÃO A PACIENTES LÉSBICAS, GAYS E BISSEXUAIS (LGB): AVALIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA PSICOLOGIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Autor: Jean Ícaro Pujol Vezzosi

Tema: O objetivo deste estudo é investigar quantitativamente as atitudes corretivas de Psicólogos atuantes na Clínica, de diferentes abordagens teóricas, frente a pacientes LGB (Lésbicas, Gays e Bissexuais) que requerem (ou não) a modificação (ou minimização) de manifestações espontâneas de suas orientações sexuais ou expressões de gênero.


VIOLÊNCIA E GÊNERO NAS RELAÇÕES AFETIVAS: INVESTIGAÇÕES ENTRE ADOLESCENTES DE DUAS ESCOLAS EM CONTEXTO RURAL E URBANO NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL

Autora: Nathalia Amaral Pereira de Souza

Tema: A pesquisa de mestrado investiga a violência de gênero nas relações afetivas na adolescência e o modo como as questões de gênero são apresentadas nas narrativas de adolescentes de duas escolas municipais em contexto rural e urbano no interior do Rio Grande do Sul.


O RECORTE DE GÊNERO NO TRABALHO EM SAÚDE EM UM ESTABELECIMENTO PRISIONAL FEMININO

Autora: Paola Fagundes Pase

Tema: A pesquisa aborda os aspectos de gênero e o cuidado em saúde a partir do trabalho de profissionais de saúde que atuam em uma penitenciária feminina do Rio Grande do Sul.


VULNERABILIDADES EPIDEMIOLÓGICAS EM HOMENS QUE FAZEM SEXO COM HOMENS: AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA.

Autor: Ramiro Figueiredo Catelan

Tema: O objetivo deste estudo é, primeiramente, realizar um mapeamento das vulnerabilidades epidemiológicas de homens que fazem sexo com homens na Região Metropolitana de Porto Alegre, investigando variáveis como vulnerabilidade para infecção ao HIV e outras IST, práticas sexuais de risco, comportamento sexual, risco para transtornos mentais, objetificação sexual, abuso de substâncias, experiências de preconceito e maus tratos e antecipação do estigma relacionado ao HIV. Num segundo plano, será desenvolvido um protocolo de intervenção psicológica individual para reduzir possíveis desfechos negativos.


PATERNIDADES ENCARCERADAS: UMA ANÁLISE DE GÊNERO SOBRE OS SIGNIFICADOS DO SER PAI EM UMA INSTITUIÇÃO PRISIONAL

Autora: Sabrina Daiana Cúnico

Tema: A pesquisa de doutorado investiga, a partir de uma abordagem de gênero, quais os significados atribuídos à paternidade por homens privados de liberdade em uma instituição prisional masculina.


A EDUCAÇÃO EM SEXUALIDADE E GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autora: Thais Blankenheim

Tema: A pesquisa explora as temáticas relacionadas à sexualidade e gênero na Educação Infantil e elabora uma intervenção educativa de formação sobre o tema para professoras/es da faixa etária em questão.

 


TRAJETÓRIA E HISTÓRIA DE VIDA: APONTAMENTO DE PROFESSORAS TRANSEXUAIS DE RONDÔNIA

Autor: Kary Jean Falcão

Orientador: Prof. Dr. Angelo Brandelli Costa

Tema: A pesquisa busca, a partir da compreensão da psicologia social, analisar a trajetória e história de vida de professoras transexuais que atuam na educação básica da rede pública do Estado de Rondônia e suas contribuições pedagógicas na afirmação da identidade de estudantes e professores, bem como nos impactos potencializadores de um ambiente escolar com espaços de igualdade, humanização e respeito a identidade de gênero.


ESTUDOS SOBRE O CONTRIBUTO DE VARIÁVEIS PESSOAIS, PSICOSSOCIAIS E EDUCACIONAIS PARA A COMPREENSÃO DA ACEITAÇÃO DA DIVERSIDADE SEXUAL E PARA A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES/AS

Autora: Cristiana Pereira de Carvalho

Orientação: Prof. Doutora Edla Eggert e Prof. Doutor Angelo Brandelli Costa

Tema: Nesta pesquisa propõe-se desenvolver um conjunto de estudos que articulem os conhecimentos, as crenças, as atitudes, as competências e os comportamentos relacionados com a diversidade sexual de estudantes universitários, de modo a contribuir para a identificação das necessidades de educação e formação dos/as futuros/as professores/as sobre sexualidade, gênero e diversidade sexual. Propõe-se também desenvolver estudos que possibilitem a construção de um modelo explicativo da aceitação da diversidade sexual, integrando variáveis pessoais (conhecimentos, crenças, atitudes e competências de ajuda/apoio), psicossociais (empatia, compaixão, solidariedade e sensibilidade socioemocional) e educacionais (comunicação e envolvimento de pais/mães e professores/as na educação sexual), cujos resultados contribuirão para o desenho de uma proposta de unidade curricular e para a implementação de uma formação continuada para acadêmicos e docentes, considerando os fatores que se revelarem prioritários em cada uma das variáveis estudadas.